Buscar

Exame de Calorimetria Indireta ajuda no tratamento de obesidade.

Atualizado: 25 de abr.



O Brasil é hoje um dos países com a mais alta taxa de pessoas com obesidade no mundo. No entanto, com a pandemia o quadro se agravou.

Para que se tenha ideia, o número de cirurgias bariátricas realizadas pelo SUS caiu em 69,9% em um ano, saindo de 12.568 em 2019, para 3.772 em 2020. Em 2021, até o mês de outubro, foram realizadas 1.940 cirurgias pelo Sistema Único de Saúde, redução em 84,5% se comparado a 2019.

A realização de cirurgias pelos planos de saúde também caiu 11,9%, saindo de 52.599 procedimentos realizados em 2019, para 46.419 cirurgias em 2020.

Em contrapartida, a recente pesquisa Diet & Health Under Covid-19, que entrevistou 22 mil pessoas de 30 países, identificou que foram os brasileiros os que mais ganharam peso durante a pandemia de Covid-19. Aqui, cerca de 52% dos entrevistados declararam ter engordado.

A média global é de apenas 31%. Ainda segundo a pesquisa, os brasileiros ganharam, em média, cerca de 6,5 quilos neste período.

De acordo com a última Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em parceria com o Ministério da Saúde, um em cada quatro adultos está obeso. São 29,5% das mulheres e 21,8% dos homens.

O resultado do exame de Calorimetria indireta tem sido fundamental em programa de perda de peso com substitutos de refeição em pacientes obesos.

A obesidade é um sério problema de saúde pública que está aumentando no mundo todo, associada com alto índice de morbidade e mortalidade e pior qualidade e expectativa de vida.

Ideal para Nutricionistas, Nutrólogos, Endócrinos e profissionais que acompanham a dieta dos pacientes, fornece informações objetivas, que podem ser utilizadas para planejar, implementar e avaliar a eficácia de tratamentos na obesidade.


A nova geração de Analisadores Metabólicos da MDI Industrial apresenta um novo conceito em precisão de medidas de gases para resultados de alta performance. O HandyMET foi projetado com a mais avançada tecnologia para a troca de gases com foco na precisão e usabilidade.

Entre eles está o HandyMET Fit destinado para os profissionais que precisam monitorar de forma precisa a TMB - Taxa Metabólica Basal de seus clientes.


O equipamento mede também o consumo de oxigênio e produção de gás carbônico em repouso, e através da medida do coeficiente respiratório, fornece o percentual de lipídios e carboidratos que o indivíduo queima em repouso.


Perfeito para os profissionais que desejam melhorar a eficácia na prescrição de dietas, além de identificar algum problema de ordem metabólica de seus pacientes.

Quer saber mais? Acesse o site www.handymet.com tire suas dúvidas e garanta já seu analisador.

Ou clique no botão e fale com um de nossos consultores no whatsapp.




10 visualizações0 comentário